Fale com a Ouvidoria
Portal do Beneficiário | Ainda não sou cadastrado!  


Central de Teleatendimento (2ª a 6ª feira - 7:30h às 19:30h) - Tel.: (21) 2126-7000

CAC - Caixa de Assistência dos Servidores da CEDAE


Dicas de SaĂșde


Compartilhe:


MALÁRIA, EXISTE RISCO DE EPIDEMIA?


Há quatro décadas o Rio se considerava oficialmente livre da malária. Mas, recentemente, voltou a registrar aumento dos casos da doença. Os registros diagnosticados na Fiocruz estão sob vigilância epidemiológica na Secretaria de Estado de Saúde e no Ministério da Saúde porque, ao que tudo indica, são originados no próprio estado e não “importados” da Amazônia.


Apenas um dos 14 casos atuais é de morador da região serrana. Os demais são moradores de outras localidades do Rio de Janeiro, que visitaram àquela região.
Malária é uma doença infecciosa febril aguda. O protozoário é transmitido ao homem pelo sangue, geralmente através da picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por Plasmodium ou, mais raramente, por outro tipo de meio que coloque o sangue de uma pessoa infectada em contato com o de outra sadia, como o compartilhamento de seringas (consumidores de drogas), transfusão de sangue ou até mesmo de mãe para feto, na gravidez.


Os sintomas mais comuns são: calafrios, febre alta (no início contínua e depois com frequência de três em três dias), dores de cabeça e musculares, taquicardia, aumento do baço e, por vezes, delírios.


O importante é saber que os episódios atuais se referem à forma mais branda da doença e os casos estão sendo controlados, portanto, segundo autoridades sanitárias, não há um risco de epidemia.


Então, se você mora ou pretende visitar a região serrana do Rio, fique atento, proteja seu corpo das picadas usando repelente e roupas que impeçam as picadas. Se sentir algum dos sintomas procure um médico da rede credenciada CAC.



Ver mais Dicas de SaĂșde


http://www.ans.gov.brANS - nº 321869

Sede: Av. Presidente Vargas, nº 463/ 15º andar. Centro, Rio de Janeiro - RJ. CEP: 20071-908. Tel.: (21) 2126-7000. E-mail: cac@cac.org.br
© 1988-2010 CAC - Caixa de Assistência dos Servidores da CEDAE

Patrocinadoras:
Nova CEDAEPRECE - Previdência Complementar