Fale com a Ouvidoria
Portal do Beneficiário | Ainda não sou cadastrado!  


Central de Teleatendimento (2ª a 6ª feira - 7:30h às 19:30h) - Tel.: (21) 2126-7000

CAC - Caixa de Assistência dos Servidores da CEDAE


Dicas de SaĂșde


Compartilhe:


A VERDADE SOBRE O VÍRUS H2N3 NO BRASIL


 

   Assim como tantos outros assuntos comentados em redes sociais e que acabam virando matéria em jornais impressos e nas emissoras de TV, as supostas informações alarmantes a respeito do vírus H2N3 não são verdadeiras. Esta, inclusive, é uma informação oficial do Ministério da Saúde.

 

  No Brasil, os vírus que existem atualmente em circulação são H1N1, H3N2 e o da influenza B. E a vacina contra gripe, por sua própria natureza, já protege contra estes três tipos virais, não havendo, portanto, nenhuma outra ameaça relacionada a um novo vírus. 

 

   O vírus influenza é uma infecção viral aguda do sistema respiratório, de elevada taxa de transmissão por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar. Uma pessoa normal pode contraí-lo diversas vezes ao longo da sua vida e, em geral, não apresenta maiores complicações.

 

   Existem três tipos de vírus influenza: o A, o B e o C. O tipo C causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública e não está relacionado com epidemias; já os vírus influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A o principal responsável pelas pandemias de gripe.

 

  Conforme dados do Ministério da Saúde, em 2018, até 7 de abril, foram registrados 286 casos de influenza em todo o país, com 41 óbitos. Do total, 71 casos e 12 óbitos foram por A/H3N2. Em relação ao vírus A/H1N1, foram registrados 116 casos e 16 óbitos. Ainda foram registrados 52 casos e 6 óbitos por influenza B e os outros 46 casos e 7 óbitos por influenza A. Isso demonstra que, “Não há qualquer tipo de alarme a ser dado, pois são registros absolutamente normais e que se mostram, portanto, dentro de um padrão aceitável, não só pelo Ministério da Saúde mas, também, pela própria Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS”, conforme aponta o Dr. Jorge Guilherme, responsável pelo Departamento Médico-Social da Caixa de Assistência dos Servidores da CEDAE. 

 

PREVENÇÃO

 

    A recomendação do Departamento Médico Social, portanto, é no sentido da prevenção contra a gripe de modo geral. Além de tomar a vacina contra a gripe anualmente, ingerir bastante líquido e ter uma alimentação rica em frutas, legumes e verduras, todos devem evitar aglomerações, usar agasalhos e praticar esportes regulares, observando eventuais restrições médicas. Estas são, desta maneira, as formas de amenizar os riscos naturais de se contrair gripe nas épocas mais frias do ano.



Ver mais Dicas de SaĂșde


http://www.ans.gov.brANS - nº 321869

Sede: Av. Presidente Vargas, nº 463/ 15º andar. Centro, Rio de Janeiro - RJ. CEP: 20071-908. Tel.: (21) 2126-7000. E-mail: cac@cac.org.br
© 1988-2010 CAC - Caixa de Assistência dos Servidores da CEDAE

Patrocinadoras:
CEDAEPRECE - Previdência Complementar